Qualificações - Turma 2016.1

Aluno (a) Orientador (a) Data  Hora 
Francílio  Michael Ferreira de Souza 13/12/2016 10h - 12h
Ronaldo Lage Pessoa Bruno de Athayde Prata 06/02/2017 10h - 12h
Mirah Alves Ferreira Tibérius de Oliveira e Bonates 06/03/2017 10h - 12h
Carlos Henrique Rafael Bráz de Azevedo Farias 06/03/2017 14h - 16h
Camila Raquel Silvia Maria de Freitas 07/03/2017 10h - 12h
Daniel de Holanda Silvia Maria de Freitas 07/03/2017 14h - 16h
Francinilton Arruda Silvia Maria de Freitas 08/03/2017 10h - 12h

 Local: Sala de Reuniões do Departamento de Estatística e Matemática Aplicada e do Departamento de Computação (Bloco 910 - 1º andar)

Trabalhos desenvolvidos:

Nome do aluno: Ronaldo Lage Pessoa

Data e Hora: 06/02/2017 às 10h

Linha de Pesquisa: Inteligência Computacional e Otimização 

Título do trabalho: CONTRIBUTIONS TO THE TWO-DIMENSIONAL GUILLOTINE CUTTING STOCK PROBLEM IN THE GRANITE INDUSTRY

Resumo do Trabalho:

Esse projeto tem o objetivo de propor modelos para duas variantes do problema de corte bidimensional com restrição de guilhotina.

O objetivo do primeiro problema é determinar o comprimento $l$ e a largura $w$ dos itens idênticos que serão cortados de um estoque de placas heterogêneas para atender uma demanda, a custo mínimo, quando a perda gerada pela espessura da lâmina de corte é considerada relevante.

O custo é relacionado com o somatório do número de placas utilizadas multiplicado peles seus respectivos custos ou sobras. 

A segunda variante a ser estudada é o problema de corte guilhotinado bidimensional com itens fracamente heterogêneos e múltiplas placas heterogêneas com a adição de custo de setup associado aos padrões de corte. 

Palavras-Chave: Problemas de corte e empacotamento; Otimização combinatória; Programação matemática.

 

Nome do aluno: Mirah Alves Ferreira

Data e Hora: 06/03/2017 às 10h

Linha de Pesquisa: Inteligência Computacional e Otimização 

Título do trabalho: Novos Desenvolvimentos para a Solução do Problema de Partição de um Grafo em Árvores k-Capacitadas

Resumo do Trabalho:

O problema de partição de um grafo em árvores k-capacitadas (PAkC) tem como finalidade particionar um grafo em duas ou mais árvores, de forma a gerar componentes com um determinado número mínimo de vértices. Nessa dissertação, fazemos um estudo bibliográfico sobre os principais métodos de resolução do PAkC. Dentre esses, damos certo destaque ao algoritmo Branch-and-Bound introduzido em [BONATES et al., 2011] e propomos algumas melhorias para o método. 

Palavras-Chave: Branch-and-Bound, Microagregação, Particionamento de grafos, Floresta geradora. 

 

Nome do aluno: Carlos Henrique Barroso Sena Sousa

Data e Hora: 06/03/2017 às 14h

Linha de Pesquisa: Modelagem e Análise Quantitativa.

Título do trabalho: Modelagem Alternativa para Bimodalidade em Suporte Limitado.

Resumo do Trabalho:

Este projeto possui a finalidade de desenvolver uma metodologia para trabalhar fenômenos que apresentam bimodalidade e desenvolvem suas características em um intervalo limitado específico, como por exemplo, o intervalo unitário.  O trabalho apresenta uma síntese sobre a bimodalidade e fenômenos que ocorrem em intervalos limitados, assim como a necessidade de seu estudo, com base em dados reais. Também é desenvolvida uma revisão bibliográfica parcial, apresentando as modelagens estocásticas convencionais para a problemática do suporte limitado, assim como algumas características importantes. Por fim, é apresentada uma nova modelagem estocástica como proposta inicial de ferramenta, para contribuir no estudo desse tipo de fenômeno.

Palavras-Chave: Suporte Limitado; Bimodalidade; Modelagem Estocástica

 

Nome do aluno: Camila Raquel Câmara Lima

Data e Hora: 07/03/2017 às 10h

Linha de Pesquisa: Modelagem e Análise Quantitativa.

Título do trabalho: Estatística Gradiente na classe de modelos Hurdle

Resumo do Trabalho:

Em muitos problemas práticos, há interesse em modelar dados oriundos de contagem, como por exemplo, incidência de doenças, número de ocorrência de acidentes de transito. No entanto, a estrutura dos dados pode apresentar excessos de zeros, podendo assim ocasionar uma possível superdispersão, vindo a comprometer as inferências do modelo, dado que os modelos usuais não possuem flexibilidade para acomodar tal comportamento. Uma classe de modelos capaz de capturar ambas as propriedades (excesso de zeros e superdispersão) é a classe dos Modelos Hurdle. Nesta classe, os testes de hipóteses comumente utilizados são baseados nas estatísticas assintóticas usuais, como razão de verossimilhanças generalizada (Wilks,1938, Annals of Mathematical Statistics), de Wald (Wald, 1943, Transactions of the American Mathematical Society) e Escore (Rao, 1948, Proceedings of the Cambridge Philosophical Society). Recentemente, uma nova estatística assintótica foi proposta, chamada  estatística Gradiente (Terrel, 2002). Rao (Rao, 2005, Advances in Ranking and Selection, Multiple Comparisons, and Reliability) comenta: “The suggestion by Terrell is attractive as it is simple to compute. It would be of interest to investigate the performance of the [gradient] statistic”Este trabalho tem como principal objetivo especificar o teste Gradiente na classe dos Modelos Hurdle e comparar o seu desempenho com os demais testes usuais utilizados nesta classe de modelos. Para isto, foi realizado um levantamento bibliográfico sobre os modelos Hurdle, suas propriedades, estimação, testes de hipóteses e sobre a estatística Gradiente. Uma aplicação com dados disponíveis na literatura e com dados de simulação será considerada para ilustrar os conceitos estudados.

Palavras-Chave: Modelos Hurdle. Estatística Gradiente. Estatística da Razão de Verossimilhança Generalizada. Estatística de Wald. Estatística  Escore.

 

Nome do aluno: Daniel de Holanda Gonçalves

Data e Hora: 07/03/2017 às 14h

Linha de Pesquisa: Modelagem e Análise Quantitativa.

Título do trabalho: Modelagem de acidentes graves nas rodovias federais do Ceará no quadriênio 2013-2016

Resumo do Trabalho:

Os acidentes graves de trânsito nas rodovias federais, dos quais decorrem mortes ou lesões graves, representam uma forma de violência contemporânea que produz diversos impactos negativos à sociedade e ao estado, como elevados custos médico-hospitalares, aumento nos benefícios previdenciários, perda da capacidade produtiva, aumento das despesas judiciais e com o aparato policial, além da dor e do sofrimento das vítimas e de seus familiares. Diversos fatores podem estar associados à ocorrência dos acidentes graves, a exemplo do dia da semana, feriado, horário, BR, tipo de pista e traçado da via, excesso de velocidade etc. A ação da Polícia Rodoviária Federal, mensurada parcialmente por suas autuações por descumprimento à legislação de trânsito, especialmente as de excesso de velocidade, pode contribuir na redução dos acidentes graves. O objetivo principal deste trabalho é investigar, descrever e modelar a ocorrência de acidentes graves nas rodovias federais do Ceará no quadriênio 2013-2016, utilizando os dados contidos no Sistema de Informações Gerenciais da PRF, tais como tempo (dia da semana, feriado e hora); localização (BR, km e sentido da via); estrutura da pista (tipo de pista e traçado da via); número de feridos graves; número de mortos; autuações por excesso de velocidade e por embriaguez.

Palavras-Chave: Acidente. Trânsito. Rodovia. Associação. Polícia Rodoviária Federal. Fatores. Modelo.

 

Nome do aluno: Francinilton Arruda da Silva

Data e Hora: 08/03/2017 às 10h

Linha de Pesquisa: Modelagem e Análise Quantitativa.

Título do trabalho: Modelos de superfície de resposta para dados de contagem usando os modelos lineares generalizados.

Resumo do Trabalho:

A Metodologia da Superfície de Resposta (MSR) tem por objetivo, através de um conjunto de procedimentos, a determinação dos níveis dos fatores (quantitativos) que otimizam a resposta de interesse para assim obter as coordenadas do ponto estacionário do modelo ajustado, identificando as condições ótimas do mesmo. Essa metodologia foi introduzida por Box e Hunter em 1954, e os modelos são ajustados, geralmente, através de um modelo de segunda ordem, baseado em uma resposta contínua (com distribuição Normal), sendo todo o procedimento de estimação feito com base no modelo clássico de regressão (Montgomery, 2001). Na ausência dessa premissa, o que ocorre com os dados de contagem, faz-se uso dos métodos de transformação na resposta, o que pode acarretar problemas na precisão da estimativa pontual do ponto estacionário. Em geral, dados de contagem são modelados usando-se a distribuição Poisson associada a modelos de regressão, casos particulares dos MLG, de Nelder e Wedderburn (1972).  A proposta principal deste trabalho é fazer a especificação da MSR para dados de contagem através dos MLG, estudando suas propriedades, estimação e inferências, fazendo um estudo da precisão do ponto estacionário através da estimação pontual e intervalar deste (Myers, Montgomery e Vining, 2002), e comparando o impacto dessa abordagem com a de resposta Normal. Para tanto serão utilizados conjuntos de dados reais e conjuntos de dados obtidos por processos de simulação.

Palavras-Chave: Dados de contagem. Metodologia da Superfície de Resposta. Transformação. Ponto estacionário.

 

 

JSN Solid template designed by JoomlaShine.com